miércoles, 11 de septiembre de 2013

BRAZIL: Histórico 7 de setembro de Rebelião Popular‏

Estimados companheiros:

Durante o dia 07 de setembro, data em que o velho estado brasileiro e as forças armadas reacionárias celebram a falsa independência nacional, o povo brasileiro foi às ruas em todo país, grandes enfrentamento com as forças policiais transformaram o dia 7 de setembro, em um histórico dia vermelho de rebelião popular contra o velho estado brasileiro, o fascismo, pela punição aos torturadores do regime militar, contra o latifúndio e a dominação imperialista.

Em Belo Horizonte, Recife, Goiânia, manifestações erguiam faixas com a consigna da FRDDP "abaixo o estado fascista seus governos anti povo e vende pátria!", e "USA tire suas garras da Síria". Manifestantes exigiam a punição aos torturadores do regime militar, A bandeira ianque foi queimada em diversas capitais em repúdio a dominação imperialista e aos preparativos de agressão ianque à Síria.


No Rio de Janeiro, em um ato histórico, uma grande passeata organizada pela Frente Independente Popular rompeu o cerco de 4 mil policiais militares  invadiu o desfile militar, gritando consignas contra o fascismo, pela punição aos torturadores do regime militar e contra o governador do Estado Sérgio Cabral, obrigou as tropas das FFAA e tanques a interromper o desfile, transformado em uma grande campo de batalha.


Os manifestantes tinham à frente escudos vermelhos com a foto dos revolucionários desaparecidos do regime militar fascista no país (19964-1985) durante a Guerrilha do Araguaia e bandeiras vermelhas do movimento revolucionário.

Pessoas que acompanhavam o desfile confraternizaram com os manifestantes gritando palavras de ordem e a polícia atacou todos, manifestantes, crianças e idosos com bombas de gás e balas de borracha.


Durante todo o dia enfrentamentos se produziam em diferentes pontos da cidade, resultando na prisão de dezenas de pessoas, incluindo prisão arbitrária do repórter Patrick Granja, do período popular e democrático “A nova democracia”, além de centenas de feridos.


Os históricos acontecimentos do dia 07 de setembro são a continuação da revolta popular iniciada em junho e marcam o crescimento do ativismo combativo e revolucionário em diversos pontos do país.

  Durante os enfrentamentos em todo país mais de 500 ativistas foram presos. Uma grande campanha pela libertação de todos presos políticos tem crescido em todo país. Convocamos ao movimento revolucionário e pessoas democráticas de todo mundo a solidarizar-se e a repudiar o crescente fascismo do Estado Brasileiro contra o movimento popular e revolucionário.

Seguem abaixo, vídeos e fotos.

Punição para os torturadores do Regime militar!
Abaixo o estado fascista e seus governos anti povo e vende pátria!
Viva a Revolução de Nova Democracia!
Abaixo a Guerra Imperialista! Viva a Guerra Popular!

No hay comentarios:

Publicar un comentario